Sou particularmente contra veículos em que o para-choque é o próprio ser humano que o conduz. Por algum motivo me parece uma solução rudimentar demais para a tecnologia de um terceiro milênio.

Não obstante, basta não ser completamente idiota pra perceber que as bicicletas são a resposta para o colapso do trânsito nas grandes cidades – pelo menos enquanto não inventarem os hoverboards, já que os segways não vingaram.

De importância central em países superpopulosos como China e Índia, as pedaladas têm sido uma tendência cada vez mais consistente, mesmo em países mais desenvolvidos, que oferecem boas alternativas de transporte público coletivo, dado o seu caráter estratégico, ecológico, econômico e – por que não dizê-lo? – ecumênico.

 
couple-romantic-evening-love-sunset-bicycle-other
 

Mas aqui no Brasil – principalmente em São Paulo – algumas coisas parecem ser sempre diferentes. As ciclovias e medidas para incentivar o uso de bicicletas costumam receber muitas críticas.

Como em tudo na política, a negociação dos espaços públicos é tensa e gera resistência. Motoristas não querem perder mais uma faixa de rua – afinal, o trânsito já está uma merda do jeito que está, imagine se piorar. Comerciantes não querem perder o acesso de carros a suas lojas, afinal, as coisas já estão uma merda do jeito que estão, imagine se piorarem.

 

Moradores colocam fogo em pneus e fecham rua em Interlagos, Zona Sul de São Paulo (SP), em protesto contra ciclovia. Luiz Claudio Barbosa/Futura Press


 
Com a banalização do debate, especialmente nas redes sociais, as críticas acabaram levantando a suspeita de que o problema pode ser mais, digamos, subjetivo.

Se lá fora tudo parece tão correto e vanguardista, seria este comportamento reativo mero reflexo de nosso complexo de vira-latas?

Quem traz a resposta, em forma de meme, é a iniciativa Vá de Bike:

 
meme-ciclovia-londres-3

 
18517_837409769684399_1465044042336859596_n

 
18587_837263393032370_3336394851390880193_n

 
22224_837409773017732_548648819530301430_n

 
1015978_837409846351058_3423511607381250134_o

 
10987615_837263376365705_2853965659337152444_n

 
11009152_837541853004524_1249741202182613534_n

 
11011476_837409813017728_6788505530932050641_n

 
11050842_837263379699038_2378900201458116805_n

 
11077373_837263316365711_3846068328753393702_n

 
11113016_837263433032366_8604672464730214984_n

 
11113142_837263339699042_6674053595072920786_n

 
11214033_837263226365720_7463406333943721404_n

 
11233783_837263356365707_3365906817293799365_n

 
11267184_837263436365699_7635503258818517602_n

 
11150935_10205630290135337_3760419429095295571_n

 
11257833_837263466365696_7113778695278169378_n

 
meme-ciclovia-vergueiro

 

“Problemas pontuais acontecem em ciclovias no mundo todo, mas nem por isso invalidam a política cicloviária das cidades que as implantaram.”

 
BONUS TRACK – Em matéria de memes com ciclovia, prefiro este do Dulcetti:

meme

 
Dedicado aos amigos cicloativistas Marco Gomes e Rafael Manzoli.


 

16 comentários