Não, o título acima não é uma agressão gratuita ao intelecto dos religiosos, apesar de muitos merecerem. O fenômeno acontece quando algum fiel descobre que, apesar de não estar chovendo, gotas d’água caem de uma certa árvore “mágica”. Pegadinha da natureza? Claro que não!

A primeira reação de todos é acreditar que aquelas são as “lágrimas de Deus”, e logo chamam toda a vizinhança para receber a unção sagrada da árvore de Cristo, tomam banho e bebem as gotas que caem para purificar o pecado, inclusive trazem crianças para receber um pouco da bênção. Geralmente a árvore vira atração da região e grupos de fieis se reúnem diariamente para louvá-la e adorá-la…

Só que a ciência tem uma explicação um pouco menos eclesial:

 

Sim! Quem disse que comer merda de inseto não pode ser uma experiência eucarística?

Eu dei de cara com essa história bizarra lendo um texto do Cardoso sobre este “fenômeno místico” ocorrido na Califórnia, e qual não foi minha surpresa (tá, nem tanto assim) quando eu descobri que o “milagre” não é exclusividade dos crentes gringos, mas pelo contrário, se repete em alguns lugares do mundo, inclusive já aconteceu no Brasil:

 

Antes que comece a shitstorm nos comentários quero lembrá-los de que não só religiosos, mas ateus também parecem comer merda quando radicalizam o discurso.


 

14 comentários