O robô de segurança Knightscope K5 deveria patrulhar um condomínio de lojas e escritórios em Washington, mas aparentemente a pressão de ser um robô e trabalhar na capital dos Estados Unidos foi demais.

Na última segunda-feira, ele correu em direção a uma fonte e morreu afogado.

 

 

A princípio, o robô-segurança K5 parecia ser um bom negócio para baratear o custo de patrulhamento em shoppings ou estacionamentos, sendo inclusive utilizado por empresas como a Uber.

Contudo, ultimamente, o pobre droid de Washington não vinha tendo vida fácil: antes do trágico suicídio o robô atropelou um bebê de apenas um ano, e mais recentemente foi agredido e derrubado por um bêbado.

Mas a grande reviravolta da história foi trazida pelo tweet reproduzido abaixo:

“Eu imprimi um conto na Máquina de Histórias Curtas e li para o robô-policial”

Deve ter sido uma história bem triste mesmo…