Os anúncios publicitários não são feitos por acaso.

Cada detalhe de uma propaganda é pensada para despertar no seu cérebro o desejo por aquele produto ou serviço. Apesar da eficácia das chamadas “mensagens subliminares” ser bastante questionada, existem inúmeros truques nada subliminares escondidos em campanhas – que conseguem, em poucos segundos, chamar sua atenção.

Vamos conhecer abaixo algumas ferramentas e artimanhas psicológicas usadas pelos publicitários:

 

Produto com expectativa de recompensa

Quando você compra determinado produto que está em oferta, que vem com um brinde adicional ou frete grátis, por exemplo, o seu cérebro entende que saiu ganhando nesta ação. Isso faz com que aumente a sensação de prazer e induz à compra.

Um bom exemplo são as famosas promoções “pague 1 e leve o segundo pela metade do preço” que encontramos no supermercado a toda hora, ou ainda os brinquedos que vêm como brinde nos lanches de alguns fast-foods conhecidos.

 


 

Psicologia das cores

Estudos comprovam que as cores estão ligadas às sensações. A escolha delas nas campanhas publicitárias são fundamentais para o sucesso de um produto.

Um bom exemplo são as cores usadas pelas principais cadeias de fast-food como McDonald’s, Pizza Hut, Domino’s, Bob’s ou mesmo aplicativos de pedido de comida como PedidosJá, que abusam dos tons de amarelo, vermelho e laranja, considerados cores estimulantes que despertam a vontade de comer. Outro exemplo para alimentos é a cor verde, amplamente associada a produtos saudáveis e naturais.

 


 

Fotos perfeitas

Para que as fotos de anúncios saiam perfeitas, os publicitários usam dos mais diversos artifícios. Para realçar as cores de bebidas, por exemplo, usam gelatina ou corantes artificiais e os cubos de gelo são de acrílico. Aquela “fumacinha” que sai dos pratos dando a sensação que estão bem quentes, na verdade é incenso, um dos recursos mais usados nas fotos.

Os sanduíches perfeitos são sustentados por uma estrutura que fica atrás da foto, para não correrem o risco de desmoronar. Muitos outros truques, até absurdos, são usados para conseguir a imagem perfeita.

 


 

Exclusividade

Grandes marcas usam de um artifício que faz com que os consumidores dos seus produtos façam parte de um grupo exclusivo e diferenciado, aumentando a auto-estima do consumidor.

Um bom exemplo são os clubes de produtos ou serviços que atribuem status aos seus participantes. Muitas marcam lançam mão dessa ferramenta, como os clubes de assinatura de café gourmet, de produtos de beleza, de bebidas e uma série de outros produtos.

 


 

Rostos nas propagandas

O nosso cérebro está preparado para identificar os sinais da face e do corpo. Sabendo disso, os publicitários escolhem os modelos certos para protagonizar suas campanhas, transmitindo exatamente a mensagem que querem despertar no consumidor.

Exemplos que não faltam nos produtos que usamos no dia a dia como shampoos, maquiagem, artigos de higiene pessoal, fitness, etc.

 


 

Produtos seguros

Nos dias atuais e com tanta oferta de produtos das mais variadas marcas, um dos pontos que é levado em conta é segurança daquele produto ou serviço que se está adquirindo. Isso vale para tudo que está à venda no mercado.

Exemplos de grandes empresas como as automobilísticas enfatizam a segurança dos seus automóveis, despertando no cérebro do consumidor a sensação de sobrevivência. Serviços de seguradoras e demais similares usam da mesma estratégia.

 


 

Artifícios emocionais

Os seres humanos são extremamente emocionais e claro que essa característica não poderia ficar de fora das campanhas publicitárias. Música, poesia, humor e palavras certas, que tenham uma conotação ligada ao sentimento que a propaganda quer despertar, podem fazer uma marca cair “nas graças” dos consumidores.

Um bom exemplo para os dias atuais é o apelo “sustentabilidade” associado a muitos produtos, que acabam sendo preferência.

 

E aí? Conhece mais algum truque? Deixe aí nos comentários!