2012

Bem, amiguinhos, é chegada a hora do parto, mas não vamos deixar 2011 partir desse jeito sem se despedir ou levar um pedaço de bolo. Vamos todos fechar os olhinhos, morder os lábios, e abrir três abas nos nossos navegadores mentais: uma com o balanço das experiências do ano que se passou, uma com os pensamentos estratégicos a concretizar neste novo ano (antes que o mundo acabe, claro) e uma terceira com pornografia, pois ninguém é de ferro.

Particularmente, como vocês já sabem, 2011 foi um ano de conquistas e derrotas para a equipe que faz este blog. Ainda mais particularmente, para este Ivo Neuman que vos tecla, foi um ano crucial, em que a blogosfera deixou de ser o playground onde fumo meu charuto (?) para se tornar meu ofício oficial, miserável ganha-pão de onde agora tiro o leite das crianças (e bebo tudo sozinho), numa manobra ousada do maior e mais poderoso blog deste país, a quem sou e serei sempre eternamente grato devoto.

E se até um burocrata covarde como eu fui capaz de jogar tudo pro alto e partir em busca dos meus maiores sonhos (que entre a trilha sonora de “Lua de Cristal”), não tenho mais nenhuma dúvida de que este é o destino da humanidade: cada indivíduo descobrindo uma forma de explorar melhor todo seu potencial na busca por realização. E que venha a revolução da informação! Que venha, quicando, este admirável mundo novo alardeado aos terabytes.

Eu estarei lá, como sempre, invocando nosso mantra tradicional:
 

"Em 2008 2009 2010 2011 2012, procure ignorar todos os sentimentos ruins que inventamos de sentir naqueles momentos incomuns. Na adversidade, lembre-se de uma piada infame. Se o desafio é bruto, infle o peito e seja mais você. Ninguém é mais responsável pela sua sina do que aquele que te dá um alô todo dia em frente ao espelho. Assuma suas fraquezas e divirta-se com elas. Ria de si mesmo e do pastor da sua igreja. Beba até cair, mas não esqueça a camisinha, o cinto de segurança e o filtro solar. Beije a sua família. Olhe nos olhos de quem você ama. Escute a música que existe quando o silêncio páira no ar. Questione a sua moral, seus pudores, verdades e certezas. Tudo é absolutamente relativo. Esqueça aqueles problemas cuja solução não fará a menor diferença na essência da sua vida. Ela é muito curta pra ficar nessa punheta. Evite licores de pêssego, uvas passa e drogas injetáveis. Acima de tudo: divirta-se desde o primeiro dia!"
 

reveillon

Sejam todos muitos felizes, crianças! Já que este é nosso último ano na Terra, portem-se mal!

– – –

Este post é como uma gorfada de amor nos meus lindos: @treta, @justplay, @medical_system, @charlespeixoto, @nunespablo, @denisepazito, @gustavopazito, @fernandarbessa, @naosalvo, @luide, @cauemoura, @lafenixvideos, @ricagrandi, @gabequinteiro, @camilare, @foimauo, @leospricigo, @edutestosterona, @ahnao, @anderssauro, @rslonik, @lolhehehe, @georgemacedo, @bobolhando, @bobagento, @fagundes, @kibeloco, @realeden, @entojo, @catupiry, @fottus, @gusfune, @fabioflorez, @emersonanomia, @castrezana, @anacheiadegraca, @oversodoinverso, @failwars, @bqeg, @sorveta, @cleitonsouza, @sanseverini, @peashrek e tantos outros amorecos que só não estão nessa lista sentimental porque as drogas estão acabando com os meus neurônios.