telemarketing2

Parece até um sonho, ou boato de internet, mas no Espírito Santo, terra abençoada, os usuários de telefonia fixa e móvel já podem registrar no PROCON estadual sua vontade de não receber ligações inconvenientes de telemarketing com ofertas e promoções sacais.

O serviço estabelecido pela Lei Não Importune, tendência legislativa que já está pegando em Brasília e São Paulo, começou a funcionar por aqui em 2010 e já conta com mais de 2.000 números de telefones fixos e celulares capixabas cadastrados pelo site do Insituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor do ES.

Particularmente, sempre elevei minha tolerância ao nível máximo quando me importunam com essas descaradas propostas comerciais ao telefone, em nome da civilidade e da boa educação. Pelo menos com os que me ligam após o meio dia. Sem sombra de dúvidas, a abordagem telefônica é ainda mais invasiva e insuportável que a ameaça dos spams (e-mails indesejados), já quase totalmente contornada pelas excelentes ferramentas disponíveis no mercado, como o filtro do Gmail, e o cadastro de consumidores contrários à prática é uma novidade que soa como música para os meus ouvidos – contanto que funcione, claro.

A promessa é que o telefone cadastrado esteja protegido das ligações de telemarketing a partir de 30 dias após a solicitação. Como eu costumo receber em média umas três ou quatro chamadas do tipo por semana, em breve saberei dizer se a providência resolve o drama do consumidor ou se é só mais um estratagema engana-trouxa a que estamos acostumados a ver.

– – –

Quem trabalha e confia não pode deixar de acompanhar o Moquecada.

Ilustra, obviamente, do Mundo Canibal.


 

9 comentários