urna Pedir votos em qualquer tipo de eleição é, antes de mais nada, uma contradição. Normalmente, uma votação pública se propõe a auferir a opinião dos participantes acerca de suas preferências, logo, não vejo nenhum sentido em requisitar que as pessoas prefiram você.

No mínimo, é um constrangedor exercício de cara-de-pau.

Quando você vota em um pleito que decidirá o futuro ocupante de um cargo público, espera-se que você esteja manifestando a sua opinião sobre quem efetivamente reúne o maior número de predicados para tanto – e não que você dedique seu voto a quem mais entusiasmadamente o solicitou.

Partindo deste princípio, desde o lançamento do Best Blogs Brazil 2007, decidimos não fazer campanha para nossos leitores votarem no TRETA. E também por isso, consideramos ainda mais legítimo o reconhecimento percebido a partir dos resultados parciais.

best.blogs.brazil

Hoje, dia 10/12, é o último dia do pleito – o que significa dizer que resta menos de uma hora para o definitivo fechamento das urnas, e desde o dia 5 já não é mais possível ver o andamento das parciais em cada categoria.

O TRETA esteve concorrendo em três categorias: Melhor post do ano, com o megalomaniacamente reverberado Super Trunfo Blogs; Melhor blog de humor, o que me causou estranheza (já que este é sem dúvida um dos blogs mais sérios da internet); e Pior Momento da Blogosfera, uma espécie de categoria negativa em que a gente concorre indiretamente com o “hype das blogueiras na Playboy”.

Independente do resultado final, que sai na próxima quinta-feira 13, deixamos aqui registrado o nosso mais lisonjeiro apreço aos votos recebidos.

Como eu não consigo ser irresponsável nem mesmo na eleição de Miss Simpatia da excursão de férias pro Beto Carreiro, revelo-lhes, cá entre nós: eu votei no Irmãos Brain.