Dado o polêmico debate levantado nos comentários deste artigo, e em outro âmbito graças ao episódio mais legal de A Grande Família de todos os tempos (assista aqui), trago à roda opiniões e argumentos antagônicos sobre a questão da legalização da cannabis e sua manifestação pública, a Parada do Orgulho Maconheiro Marcha da Maconha.

Pra não gastar minha saliva com quem não quer conversar, um combo master de três vídeos categóricos, peremptórios e até mesmo pleonásticos sobre o assunto:

1) O Ministro do Meio Ambiente Carlos Minc discursa na Marcha da Maconha do Rio de Janeiro sobre a hipocrisia e o jogo de interesses por trás da legislação atual:

 

2) Mais recentemente, o deputado Paes de Lira, que assumiu a vaga de Clodovil, enquadra Carlos Minc por sua participação num movimento de apologia às drogas:

 

3) Já em idos de 2007, o escritor e comentarista político Arnaldo Jabor, abrilhantou a polêmica com belos argumentos:

 

BONUS TRACK:
Eu não ia nem tocar no assunto novamente, mas acabei de acordar e assistir numa inusitada reportagem do Bom Dia Brasil que os debates sobre alterações na lei de entorpecentes estão cada vez mais avançados nos Estados Unidos – quem duvidaria deste cara?

Primeiro mundo é outra coisa (estou falando da manchete em “Cenas do Paraná”).

– – –

E se alguém quiser reclamar, vá encher o saco da galera do Cadu, que é muito mais engajada.


 

5 comentários