Sem qualquer pudor de tentar fingir não ser um projeto mal-acabado de ditador tropical, o presidente protofascista Jair Bolsonaro colocou o aparelho governamental a serviço dos seus caprichos para tentar intimidar o cartunista Renato Aroeira devido a uma charge publicada originalmente pelo portal Brasil 247, e depois replicada pelo jornalista Ricardo Noblat, da revista Veja, no Twitter:

Em resposta a mais um arroubo autoritário do miliciano genocida, diversos cartunistas brasileiros se engajaram na campanha #SomosTodosAroeira, criando suas próprias versões da obra.

Confira abaixo algumas delas:









(Mais charges da campanha aqui)

 

CLIQUE AQUI para assinar o abaixo-assinado pela liberdade de expressão!

E AQUI para ver outras charges de diversos países contra Bolsonaro!

 

Via.