Enquanto tomo uma épica surra do iMovie e do Final Cut na edição das horas e horas de takes do Making Of da seleção do 13º participante do Busão do Brasil, que ocorreu em Maués-AM (na fazenda do Guaraná Antarctica) para a edição de um documentário indevidamente autorizado sobre o reality show de maior sucesso da atualidade, iremos adiantar aos nossos leitores alguns relatos não tão usuais de como foram as gravações e os fatos comprometedores que ocorreram entre um gole de Guaraná Antarctica e outro.

Para os mais desavisados, Busão do Brasil é o primeiro reality show intinerante da televisão brasileira. O programa é transmitido diariamente pela Rede Bandeirantes e vai até outubro de 2010.

Com formato criado pela Endemol, Busão do Brasil registra a rotina de 12 pessoas que ficam parcialmente confinadas num ônibus. Os participantes são filmados 24 horas por dia e aquele que conseguir chegar até o final da viagem ganhará o prêmio de R$ 1 milhão (!!!).

Só que o pessoal do Guaraná Antarctica resolveu apimentar a parada e elaborou uma promoção que irá inserir mais um elemento para movimentar a vida da turma no ônibus e nos convidou para acompanhar todos os acontecimentos de perto.

Mais do que acompanhar a gravação de um reality show, fui convidado para uma viagem a locais paradisíacos, recheado de calor humano (e natural) e recebido por uma equipe que é envolvida de coração com o que faz e dispensa comentários, além de uma receptividade local acima de qualquer expectativa. Resumindo, uma experiência pessoal sem precedentes que me proporcionou um ótimo aprendizado e momentos preciosos de contato com a natureza amazonense – em disparidade com o cotidiano de um blogueiro de várzea.
 

DIÁRIO DE BORDO

Nossa viagem começou na madrugada de sexta-feira, quando decolei de Vitória-ES rumo à capital amazonense. Lá, fui recepcionado pela produção do Busão do Brasil e fomos direto a um almoço típico em um excelente – quiçá o melhor – restaurante especializado em peixes da região e fui apresentado às duas concorrentes à vaga para entrar no ônibus. Já de bucho recheado, fomos nos hospedar e nos concentrar para o dia de gravação.

Almoço das estrelas!
 

Logo nos primeiros minutos depois do nascer do sol voamos em direção a Maués-AM.

Embarcando no Teco-teco!
 

Saindo junto com o sol.
 

Vista bela!
 

Fomos recepcionados pela outra parte da produção – que já estava no local fazendo os preparativos das gravações – e pelo receptivo povo da região.

Chegando em Maués-AM.
 

E então, com tudo preparado, partimos para as gravações. A primeira parte ocorreu nas praias de água doce as margens do rio Maués-Açu. As meninas receberam a primeira parte da missão a ser cumprida, era visitar um viveiro de guaraná.

Vamos a la playa!
 

Fugindo do sol durante as gravações.
 

Passando o texto.
 

Caminhada para transpirar.
 

Fotos com os nativos.
 

De lá, seguimos para a Fazenda Santa Helena, a famosa fazenda do Guaraná Antarctica.

Motorista da rodada.
 

 Portal da fazenda.
 

Sabe o que faz!
 

Lá conhecemos a Miriam, que ensinou para as candidatas todos os macetes para o seleção de mudas para o plantio do guaraná.

Preparando a entrada no viveiro.
 

Conhecendo a Miriam.
 

Hummmmm!!!!11! 
 

 Aplicando os microfones.
 

Tentativa FAIL de ser fotógrafo profissa!

Gravando!
 

Assim que algumas mudas foram selecionadas saímos para entregá-las. Atravessamos o rio atrás de um produtor da região para também aprender qual a melhor maneira de plantá-las.

Acho que to pegando a manha de tirar foto!
 

 Arrumando as "voadeiras".
 

Colocando as mudas no barquinho.
 

Partiu?
 

Miriam dando uma aula de plantio.
 

O produtor absorvendo conhecimento com as meninas.
 

Plantado!
 

Com a essa missão cumprida, aproveitamos pra levar o guaraná já torrado (pelo próprio produtor) para a fábrica de Guaraná Antarctica.

 Entrada da fábrica.
 

Confiança no que faz.
 

Break para fazer uma boquinha.
 

 Pesagem dos grãos.
 

Depois de processado, o extrato de guaraná foi entregue para as meninas que o enviaram para que os guardiões – únicos seres vivos que sabem a fórmula original de fabricação do Guaraná Antarctica – preparassem o melhor refrigerante do mundo.

Recebendo o extrato do guaraná de um funcionário do laboratório.

 

DISPUTA ACIRRADA

Com todas as etapas concluídas e as duas candidatas aprovadas chegou a hora da prova que eliminou uma das candidatas e decidiu quem foi que entrou no “Busão”. Mas isto você só vai descobrir na terça-feira às 23h15 na Band.

 Quem será a nova integrante do Busão do Brasil?

 

PROMOÇÃO EXCLUSIVA

Ficou curioso para saber quem entrou no Busão do Brasil e ainda quer faturar prêmios? Visite o site do programa, escolha seu candidato preferido e indique-o nos comentários deste post. Dois leitores sortudos irão faturar um cooler lotado de Guaraná Antarctica cada um.

O resultado sai na sexta, junto com o vídeo detalhando todos os momentos desta inesquecível viagem pelo coração da selva amazônica (se eu dominar este maldito software de edição).


 

37 comentários