Eu juro que a primeira vez que eu ouvi a expressão “futvôlei” imaginei algo assim:
 

 
Os árbitros brasileiros, como sempre, fazendo parte do espetáculo. A minha teoria é que deve rolar uma tabela de benefícios informais a cada rodada para todos os juízes, dependendo do resultado de cada jogo. Daí que às vezes rola de um querer se meter no placar, né?!

– – –

Se o Rafael Slonik (que ganha R$ 1.000,00 por mês com um blog sobre cachorro-quente) andou perdendo umas apostas (e uns jogos) graças às arbitragens de resultados deste campeonato brasileiro, imaginem quem está apostando do outro lado…