Felipinho

frases_atleta05NOTA DO AUTOR: Como o TRETA é um blog de raiz, e como todo blog de raiz que se preza tem cunho pessoal e escopo de satisfazer o próprio ego do blogueiro, o Alegria, Alegria! dessa sexta dá lugar ao último procedimento cirúrgico do momento.

Não, vocês não têm nada a ver com isto. Mas acabei de passar mais uma noite mal dormida acompanhando alguém da família no hospital e me ocorreu de prestar esse serviço de utilidade pública alertando os camaradas leitores praquelas coisas que a gente não dá importância até acontecerem com a gente.

O pessoal  de quem herdei a genética não tem muitas complicações médicas. Nada de problemas cardíacos, metabólicos ou psicossociais. Nenhuma doença arraigada no DNA – que eu saiba. Até o Diabetes do meu irmão veio do pai dele, que não é o meu. Tirando o famoso gene da obesidade, nada muito sério, mas uma intimidade ímpar com o Câncer.

Todos conhecem algum drama próximo envolvendo a doença e existe uma forte corrente, a que me filio, de que quase nada ainda se sabe sobre as doenças neoplasmáticas e psicossomáticas e muito menos sobre suas possibilidades de tratamento.

Da tecnologia atualmente disponível tiramos apenas uma certeza: quanto mais atenção tivermos aos exames de rotina (aqueles que a gente faz sem apresentar qualquer sintoma, por pura paranóia hipocondria precaução), favorecendo o diagnóstico precoce de qualquer anormalidade citológica, e possibilitando maiores chances de tratamento e recuperação, tanto melhor.

Então tá dado o recado: mexa esse traseiro gordo agora mesmo e coloque seus exames clínicos em dia! E não esqueça de passar essa neurose adiante pra todos aqueles que você quer bem. Que tal um exame de mama periódico na namorada/esposa?

Paz do Senhor!