transeimuito

2011 foi um ano complexo em todas as esferas para os que possuem um login neste blog. Foram as mais variadas mudanças em todos os aspectos de nossas vidas e foi, sem dúvidas, o ano mais desafiador para a maioria de nós. Mudanças, pessoas e situações novas e diferenciadas fizeram parte de nossas vidas durante todos os 12 meses desse ano, que demorou, mas finalmente vem chegando ao fim. Com ele, uma nova lição e uma grande certeza.

Eu não devo entrar, nesse momento, em maiores detalhes sobre o que, quando e como mudou, mas todos os membros dessa charmosa equipe concordariam num ponto: 2011 foi o ano das batalhas. É possível que estivemos vivendo batalhas das mais complicadas de todas as nossas vidas. E foi nesse mesmo ano que descobrimos, cada um ao seu momento, que essas batalhas despertaram em nós forças que possivelmente desconhecíamos. Foi incrível!

Rave Mortal Kombat

Talvez tenham faltado oportunidades nesse ano para celebrar algumas das vitórias importantes que tivemos, porém parte dessas batalhas se arrastará com a virada do ano e uma certeza que eu tenho é que em 2012 nós criaremos todas as oportunidades que faltaram no decorrer deste ano.

E claro, vocês – leitores, blogueiros, comparsas e suspeitos habituais – foram parte integrante de tudo isso. Não poderíamos fechar o ano sem desejar do fundo de nossos corações que 2012 seja o ano das suas vidas, onde as maiores vitórias sejam alcançadas e as melhores celebrações sejam parte da rotina. É importante demais saber como vencer e também quando celebrar, para que tudo tenha o seu devido valor e gere as melhores lembranças de determinados períodos de suas histórias.

Que em 2012 possamos estar juntos novamente, cada um realizando o seu papel e também, porque não, surpreendendo os envolvidos com novidades e descobertas. Cada passo dado para a frente te leva para um lugar novo, diferente e que merece atenção total. Que tenhamos todos inteligência para dar passos certos e que nossos caminhos estejam ligados de alguma forma.

E se você ficou com uma sensação ruim sobre o ano que passou, pense da seguinte forma: julgar ter sido bom ou ruim vai depender exclusivamente da forma como você o encarar. Todas as situações nos permitem enxergar da perspectiva que queremos, pode ser uma lição importante, mas dura. Pode ser algo ruim, somente. Eu prefiro estar no primeiro grupo, aprendendo e dando valor a tudo de bom – ou de ruim, quem sabe? – que a vida me traz. E sabendo aproveitar os melhores momentos, esse é o segredo de tudo.

Feliz natal e um próspero ano novo a todos vocês! São os votos da família TRETA para a família brasileira desvirtuada que lê isto daqui.