Apesar de sermos contra a tortura e a barbárie em qualquer circunstância, ninguém pode impedir um animal de cavar a própria cova.

Segundo esta matéria da TV Guará, um homem foi preso por estuprar e matar o enteado, um bebê de apenas 1 ano e 8 meses. Ao se apresentar na delegacia, afirmou estar possuído pelo demônio durante o crime, e ainda ameaçou os companheiros de cela dizendo ser professor de jiu jitsu e que, caso alguém tentasse algo, iria se dar mal.

Na primeira noite de núpcias de encarceramento, foi agredido e abusado sexualmente por 20 detentos, e agora está sendo medicado com alguns pontos no ânus.

Estou fazendo o máximo pra sentir pena mas não consigo.

– – –

Dica do broder Ronei.


 

41 comentários