Felipinho

Um dos cenários mais charmosos e propensos a grandes tramas da ficção são os cassinos, especialmente para públicos de países como o Brasil, onde apostas e cassinos ainda são tratados como tabus, ao mesmo tempo em que estão sempre presentes na cultura pop.

O cinema sempre estampou o glamour dos cassinos na telona, e alguns dos filmes que se arriscaram nas roletas e carteado merecem a devida apreciação:

 

 

007 Contra o Satânico Dr. No

Em praticamente todos os seus mais de 20 filmes, James Bond costuma dar pelo menos um pulinho no cassino para apostar o dinheiro da Coroa enquanto persegue sorrateiramente o vilão. No primeiro filme da franquia , a aventura de Bond começa exatamente dentro de um cassino. Os primeiros 5 minutos de “007 Contra o Satânico Dr. No” se passam em uma mesa de cassino, durante uma partida de Bacará. Bond obviamente vence a partida, e na sequência recebe uma missão ultrassecreta, diz seu nome em sua maneira característica e se envolve com uma das inúmeras Bond Girls, todos elementos fundamentais para a mística em volta do agente secreto.

 


 

Crupiê

Estrelado por Clive Owen, o drama “Crupiê” (1998) é um filme que passa longe dos momentos de ação que James Bond oferece, mas acerta em cheio com uma história dramática que mostra as entranhas do negócio de cassinos, pelo ponto de vista de um escritor frustrado, que encontra na vida de crupiê não apenas uma saída para seus problemas financeiros, mas o objeto de estudo de seu próximo romance.

 


 

Quebrando a Banca

Se você prefere um thriller mais dinâmico e divertido, o filme “Quebrando a Banca” será uma boa escolha. O longa acompanha a vida de um universitário afundado em dívidas estudantis, que é recrutado pelo professor de estatística para fazer parte de uma equipe de contadores de cartas em Las Vegas. Apesar dos clichês hollywoodianos e do melodrama desnecessário, o filme é divertido, com boas cenas de ação, apostas altas e um tutorial (altamente não recomendado) de como trapacear num cassino.

 


 

Cassino

Com o tema dessa lista no título, “Cassino”, de Martin Scorsese, é indicado pra quem curte filmes de máfia. Acompanhe a vida de um gerente de cassino com laços mafiosos e paixões proibidas neste longa de 1995 que alçou a já reconhecida Sharon Stone a um novo patamar, com um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar, além de trazer no elenco outros grandes astros consagrados do cinema, como Robert de Niro e Joe Pesci.

 


 

O Franco Atirador

Para completar nossa lista, escolhemos um grande clássico que não se passa em um cassino, mas tem um jogo de roleta onde as consequências podem ser fatais. Em “O Franco Atirador”, vemos Robert de Niro e Christopher Walken em uma das cenas mais memoráveis de um jogo de roleta no cinema. O problema é que a roleta jogada na cena, é a versão russa, em que americanos prisioneiros de guerra são forçados a jogarem entre si, para divertimento de soldados vietnamitas, até que um dos dois tenha o azar de encontrar a bala no tambor do revólver.