No embalo da "primavera tupiniquim" esta última quinta-feira (11/07/2013) foi marcada pelas manifestações de diversos movimentos sindicais e sociais, dentre eles o ativismo radical dessa galera que decidiu rebatizar a "Ponte Otavio Frias de Oliveira" (dono da Folha de São Paulo, falecido em 2007, que comprovadamente apoiou a ditadura, emprestando carros da Folha para uso dos militares a transportar, escondido, presos políticos) para "Ponte Jornalista Vladimir Herzog" (símbolo da resistência contra a ditadura civil-militar, morto em 1975 por oficiais do regime). Confira o momento exato:

– – –

É um Trabalho Sujo, mas alguém tem que fazê-lo.


 

1 comentário