Depois do último impeachment (ou em bom português: “golpe”), podemos afirmar categoricamente que as eleições 2018 possivelmente teriam outros rumos se os candidatos tivessem o sexo oposto

Duvida? Então acompanhe abaixo o “Se Eu Fosse Você” versão presidenciáveis e políticos brasileiros:

Lola da Silva

Lola é linda e popular. Uma metalúrgica de grelo duro. Pena que a inveja das inimigas deve tirá-la do páreo (presa amanhã)…

 


 

Zair Bolsonaro

Zair é um mito. Apesar de filha de militares, flexões de braço não são o seu forte. Nem economia. Nem nada. Mas ela sustenta seu carisma com bordões e frases de impacto (machistas, racistas e homofóbicas). Será que ela joga vôlei?

 


 

Geralda Alckmin

Com o carisma de um picolé de chuchu, Geralda prepara-se para defender a “centro-direita” apresentando-se como alternativa razoável no embate entre as duas loucas acima. A única certeza é a de que esta graciosa senhorinha tucana jamais será vista atrás das grades.

 


 

Marino Silva

Nem a favor, nem contra, muito pelo contrário. Marino é um belo rapaz que conserva sua beleza em longas hibernações que podem durar até quatro anos, deixando-o prontamente esperto e serelepe para disputar as eleições. No segundo turno fecha com sua parça Aécia.

 


 

Henrica Meirelles

Uma mulher sem sentimentos é a grande musa dos mercados para essa eleição. Sua maior habilidade: promoção de usados. Ela vai saber vender as tranqueiras nacionais a preço de banana como ninguém!

 


 

Manuel DÁvila

O único candidato cuja força moral se reflete na simetria de sua face e delicadeza dos seus traços. Um gato.

 


 

Rodriga Maia

Praticamente não notaríamos diferença.

 


 

Elvira Temer

A rainha das trevas. A vampirona do Tuiutí. Fora, Elvira!

 


 

BONUS – Silete Malafaia e Cervereia:

 

 

Lembrando que usar o aplicativo que faz essa “brincadeira” com sua foto pode ser perigoso.

Via.