(Autor convidado: Vitor Antenore Rossi)

beth_hippy_woodstock.sized_

Houve uma década onde as pessoas eram mais livres. As perseguições e preocupações um tanto menores. Nessa década, as pessoas tinham mais liberdade de ser o que quisessem. Sim, nessa década existia moda, existiam tendências, mas, parece que as tribos eram menos visuais e mais ideológicas. Nessa década, as pessoas se reuniam em locais abertos para celebrar a união dessas diferenças, para celebrar a música ao ar livre. As drogas estavam ali, o sexo estava ali, algumas pessoas chegavam a dançar nuas, se enlamear sem medo de serem julgadas. Aqueles que viveram a adolescência e o início da idade adulta nessa época souberam e experimentaram uma liberdade que se acabou. Hoje as festas possuem áreas VIP. Hoje as drogas são mais viciantes, mais prejudiciais e muito menos sociais. Hoje o sexo não representa nada a não ser a satisfação dos hedonistas. Hoje pouco importam as tribos, culturas. Hoje, aqueles que viveram naquela década maravilhosa, são velhos demais para dizer algo.

Que bom que eu vivi aquela década… os anos 2000 foram os novos 60. Quem esteve lá sabe do que estou falando. Agora é aguardar que em 2020-2030 as pessoas digam: "Os anos 2000 foram anos que marcaram a história da humanidade, aquelas pessoas sim eram felizes.”
 

Ainda bem que nasci a tempo de aproveitar essa doideira maluca.

– – –

De autoria de Vitor Antenore Rossi. Enviado pelo nosso herói Tatalluga.


 

11 comentários