IMG_3245

Cesta básica do sexo sofisticado.

 

Peço desculpas aos mais castos pela pauta apelativa do textículo de hoje, mas a banalização das colunas e blogs de auto-ajuda sexual me desinibiram ao ponto de eu achar ser extremamente útil partilhar com meus queridos leitores um pouco da minha vasta sabedoria horizontal – desenvolvida ao longo de muitos anos de dedicada imersão acadêmica.

O desafio de alguém minimamente sério que se propõe a escrever sobre o assunto é não parecer totalmente ridículo, o que se desdobra em diversos aspectos como: não cair em chavões, não revelar detalhes pessoais sórdidos, não constranger o público, não ser rude com as moças, não soar prepotente e chauvinista, não dar mau exemplo pras crianças e, principalmente, não deixar o público perceber que isto é um publieditorial.

527BA0_5

Imagem meramente ilustrativa.

 

O fato é que a melhor sex-shop do Espírito Santo, a Amor & Sexo (sem a Fernanda Lima) enviou para o laboratório de testes do TRETA um kit de apetrechos capazes de fazer corar o mais promíscuo dos japoneses. Tá, nem tanto. Na verdade a distinta senhora que me atendeu na loja da Praia do Canto (Vitória/ES) solicitou gentilmente que eu escolhesse alguns itens entre uns cremes e pomadas mágicas e quando ela me perguntou qual o tamanho do vibrador que eu iria levar, fiz questão de frisar que era um blogueiro de família.

sex_shop

 

A proposta do presente: fazer uma resenha dos produtos dignos de nota no blog e aproveitar para apresentar aos muitos virgens que nos leêm um novo horizonte de possibilidades inescrupulosas envolvendo o ato sexual. Dá uma olhada no TOP FIVE:

  

boladeoleo

1. Bolinhas coloridas
Quem curtia jogar bolinha de gude na infância vai se amarrar na versão para maiores, com a adaptação de algumas regras da sinuca, como o uso do taco e o objetivo de encaçapar. Explicando: são cápsulas esféricas de lubrificantes perfumados que explodem no interior da vagina com o ato sexual. Ganha aquele que deixar o lençol mais colorido.

 

 Cid Moreira

2. Gel para retardar a ejaculação
A ejaculação precoce é um fantasma da geração pós-pornografia na internet e muitos métodos para-psíquicos (como pensar no Cid Moreira de cueca) já foram debatidos por aqui, mas nada substitói a boa e velha química de um anestésico tópico para fazer durar algumas horas o que poderia ser resolvido em minutos. Recomendo passar no corpo todo.

 

IMG_3240

3. Cremes para ampliar o prazer masculino ou feminino
Não sei qual é a composição da fórmula dos diferentes produtos para estimular o prazer do homem e da mulher, mas como no fim das contas a idéia é misturá-los com outros fluidos, não faz muita diferença. O ponto aqui é simples: esquentar (ou refrescar) as partes íntimas, com efeitos adicionais afrodisíacos e ampliadores de sensibilidade. De dentro pra fora.

  

dildo

4. Piroca artificial de borracha com vibrador elétrico
Enquanto muitos punheteiros se divertem com suas vaginas artificiais ou improvisadas, o TRETA vem a publico defender o direito feminístico (ou boiolístico, né, vai saber) a um consolo amigo. Como dizem as solitárias, as jebas vibratórias artificiais não broxam – apesar de vez ou outra precisarem de pilhas novas – não roncam, não peidam e não mijam na tampa da privada. Para os homens e mulheres sexualmente ativas, fica a dica: se rolar o fetiche de um menage à tróis envolvendo mais de um macho na parada, que seja este simpático e inanimado amigo.

 

IMG_3243

5. Lubrificante comestível com sabor de cerveja
Agora o que mexe de verdade com os instintos masculinos é esse sensacional lubrificante comestível (para massagem e sexo oral) sabor cerveja. Não se iluda achando que o sabor é comparável ao de uma breja gelada, mas só a sugestão de misturar duas das melhores coisas da vida já vale o brinde. Altamente recomendado às mulheres desesperadas para agradar os parceiros: prende o cara mais que golpe da barriga. Quem quiser adaptar pode tentar se lambuzar com cerveja de verdade, mas há o risco de você se sentir no meio de uma micareta e começar a cantar o último hit do Araketu.

Então é isso, moçada. Se você nunca pensou em comprar algumas coisinhas dessas, está na hora de espantar a preguiça, correr pra sex-shop mais próxima e usar a criatividade na hora do rala-e-rola. Antes que outra pessoa o faça primeiro com o seu parceiro ou parceira.

– – –

Dedicado ao Buda do sexo contemporâneo, Octávio Bastos


 

18 comentários