Dando continuidade à importantíssima questão proposta pela Nospheratt e seguida pela Dani sobre as perguntas que nenhuma mulher deve fazer ao seu namorado/marido, decidi traduzir um texto que mostra o significado real das perguntas e ainda diz como agir caso alguma dessas perguntas saiam das bocas delas. Um plano B perfeito. O artigo original é esse, escrito por um cara chamado Anthony Burch. E não é nada menos do que GENIAL.

Leia o post completo clicando aqui.


* PS: Esse post iria sair aqui no Treta na íntegra, mas como o Ivo anunciou que estará desabilitando a suruba bloguística que aqui se formou amanhã de manhã, decidi que era melhor deixar um link pro post no meu próprio blog e só o primeiro parágrafo aqui. E viva o jabá!

* PS1: E sim, o título é descomunalmente enorme. Mas é pro dono do blog não poder reclamar de que não deixei uma grande surpresa pra ele.

* PS3: A síndrome de PS em post é um oferecimento exclusivo do Inagaki.