12foto

A Ecologic é uma produtora capixaba de eventos culturais inadvertidamente conhecidos como “raves”, que além de participar de diversas empreitadas psicodélicas na cena local e nacional, celebra neste sábado a 12ª edição da festa que lhe dá nome, certamente a mais apreciada pela galera que curte música eletrônica no estado Espírito Santo.

O programa de apoio cultural do TRETA sempre abriu espaço para divulgação das festas da Ecologic, ou somente “Eco”, para os íntimos, que além de uma importante parceria na revolução que este blog pretende a cada artigo, virou uma marca diretamente associada ao um estilo completamente único de entretenimento no estado.

Muito além das campanhas pela sustentabilidade e preservação ambiental, dos espetáculos artísticos, da decoração acachapante ou do massacre a galope das caixas de som, as festas da Eco transformaram-se em verdadeiras lendas urbanas – da primeira e encharcada “Aqualogic” à última e inesquecível edição de aniversário – e já fazem parte da nossa história cultural psicodélica underground.


 

Hoje, 17/04/2010, estava tudo preparado para o Fazenda Camping, em Vila Velha, capital alternativa do ES, ser estrondado por mais uma gloriosa celebração de outono, mas acontece que estamos longe de vivermos num país livre. Por obra do destino, a cidade onde nasceu o blog mais libertário da internet está tomada por uma quadrilha de políticos evangélicos, que além da pedofilia que declaram combater, também estão todos contra a liberdade de expressão, de livre manifestação artística, e de crença religiosa.

A Máfia Gospel agiu com tirânica autoridade para impedir a realização do evento no município ao tempo em que declarou que não permitiria a realização de quaisquer produções dos gêneros “funk, axé ou rave” nas intermediações da cidade. Idade Média perde. Será que vão embargar também o prometido festival “Lúcifer Morte Inverno”, que será realizado na Praia da Costa este ano por uma seita satanista capixaba? O tempo dirá.

Leia o informativo no site oficial da Ecologic para saber os detalhes sórdidos de mais este ridículo vexame canela-verde.

arte-miolo12

Por ter sido trasferida para o Sítio Paraíso, no município vizinho da Serra, algumas adaptações de última hora foram necessárias e a venda de ingressos foi interrompida (pois já estava quase esgotando a capacidade da nova estrutura). O fato é que toda essa confusão só deu mais vontade de botar o bloco na rua rave e fazer uma festa ainda mais impecável e memorável em resposta à opressão.

Como o TRETA defende a democracia, o debate entre os entes sociais e as liberdades individuais garantidas pela Constituição Federal, deixamos aqui registrados todo o nosso repúdio às autoridades envolvidas neste nefasto episódio da política capixaba.

E mais: como de costume, temos o direito a levar um felizardo convidado para a festa de logo mais à noite, e esta é a sua última chance de garantir um lugar na 12ª Ecologic sem ter que vender os rins aos cambistas e espertalhões de última hora (com a interrupção na venda oficial de ingressos, o mercado está extremamente inflacionado).

Para faturar este ingresso de graça e inteiramente gratz grátis, basta mandar uma mensagem de até 140 caracteres para o Twitter do prefeito de Vila Velha, com a hashtag #ecologic, resumindo o que você pensa sobre este tipo de restrição política à diversidade cultural e à liberdade de culto.

bad-twitterneucimar

Quem não possui uma conta no Twitter pode se cadastrar aqui ou deixar sua mensagem para o prefeito nos comentários deste artigo (sem limites de caracteres), que certamente serão lidos pelos acessores de mídias sociais cristãs da prefeitura.

A mensagem mais emblemática publicada até o meio-dia deste sábado (17/04) irá conduzir o seu autor ao Sítio Paraíso, no livre e feliz município da Serra, diretamente pra quebradeira da caixa da direita, por conta da casa. O resultado será divulgado no blog imediatamente.


 

E logo mais iremos todos beber juntos em um brinde à liberdade e à (verdadeira) paz!

– – –

Sobre a treta no local da festa, só posso dizer uma última coisa: eu já sabia!


 

13 comentários